Overblog Suivre ce blog
Administration Créer mon blog
30 septembre 2010 4 30 /09 /septembre /2010 01:21

Como uvas Shiraz - 250px

 

 

 

Shiraz ou Syrah casta e huma uva tinta da Família Vitis vinifera Muito utilizada na Produção de Vinhos .

Paises Como Austrália e França denominan Shiraz e Syrah  .

 

Outros paises encontrar onde é possível encontrar são Argentina, EEUU , Chile ( Chamada Shiraz ) e Portugal ( Chamada Syrah ). [

 

A uva Syrah foi introduzida no Brasil , na Região do Vale do São Francisco  no Estado da Bahia  e tambem no Sul do Estado de Minas Gerais,  Onde tem Produção de Vinhos Finos .

 acreditaçe que a uva tem mais 2000 Anos de historia ..

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
28 septembre 2010 2 28 /09 /septembre /2010 20:39

 

 

 

 JEREZ TIO PEPE

 

 

Envelhecido no sistema solera durante mais de 4 anos, o Tio Pepe é um vinho pálido, de cor de palha, com um buquêt delicado (amêndoa), sem acidez, muito seco e leve no palato.

 

É melhor servido fresco, entre 4 º e 7 º C. Combina belamente com frutos do mar, peixe, presunto e queijo.

 

 

 

pao italianopimiento piquillo confit5pimentero

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
25 septembre 2010 6 25 /09 /septembre /2010 18:13

  thumb

 

Excelente vinho tinto chileno. Nascido do encontro de duas culturas e duas empresas.

Almaviva é um grande vinho tinto que, na tradição de Bordeaux, é fabricado a partir de uvas nobres de três variedades: Cabernet Sauvignon, Carmenère e Cabernet Franc.

É produzido em quantidades limitadas pela Concha y Toro e Baron Philippe de Rothschild nas vinhas de Puente Alto, ao sul de Santiago (Chile). Almaviva, o nome e emblema do presente vinho franco-chileno, pertence à literatura clássica francesa: Conde Almaviva é o herói de O Casamento de Fígaro, a famosa peça de Beaumarchais (1732-1799) depois transformado em uma ópera de Mozart. O rótulo, entretanto, uma homenagem aos ancestrais da história do Chile, com três reproduções de um desenho estilizado que simbolizava a visão da terra e do cosmos, no período mapuche.

O desenho apareceu no "kultrun", um ritual do tambor utilizado nessa antiga civilização, assim, duas grandes tradições combinam e oferecem ao mundo uma promessa de prazer e de excelência.

Grad.Alc.: 14,5%

conteúdo: 750ml

 

Bom para comer com carnes vermelha

 

Fraldinha

 

fraldinha

 

 

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
18 septembre 2010 6 18 /09 /septembre /2010 00:19

Etapas da Degustação de Vinhos

 

 

 

O EXAME VISUAL Deve-se colocar uma quantidade de vinho correspondente a 1/3 ou, no máximo, metade do volume da taça. Inclina-se suavemente a taça de modo a melhor visualizar a superfície de vinho a ser observado que se torna elíptica e, portanto, maior.

Contra um fundo branco (uma folha de papel, um guardanapo ou a toalha da mesa) devem ser observados os seguintes aspectos:

 

 

 

 

 degu visao

 

 

 

 

 

 1. LIMPIDEZ

Os vinhos de longa guarda, onde os melhores exemplos são os vinhos do Porto Vintage, os grandes Châteaux de Bordeaux e Barolos, com o tempo, vão formando depósitos no fundo da garrafa e, se agitados, dispersam-se no vinho. Exceção feita a esses vinhos, todo vinho correto deve apresentar-se límpido, isto é, sem partículas em suspensão e sem depósito. A presença dessas partículas, geralmente, indica que o vinho é mal feito ou está deteriorado.

  degu cor

 

 

2. TRANSPARÊNCIA:

 

 Um vinho correto não pode estar turvo, deve apresentar-se transparente. Isto pode ser constatado colocando-se por baixo da taça um papel contendo texto. Observando-se através do vinho deve-se conseguir ler a palavra. Vinhos deteriorados geralmente ficam turvos. Alguns produtores têm reduzido ou evitado a filtração de seus vinhos, para preservar suas características e possibilitar uma maior complexidade e longevidade. Nesses casos, o vinho será um pouco turvo, e gerelmente isso estará informado no contra-rótulo.

 

3. BRILHO:

As características de limpidez, viscosidade e transparência reunidas causam reflexos intensos nos vinhos, os quais podem apresentar um aspecto brilhante. Em princípio, não é um sinal absoluto de qualidade, mas os grandes vinhos em geral apresentam brilho intenso.

 

 4. VISCOSIDADE:

 

Todo vinho deve apresentar viscosidade, que é uma certa aderência do líquido nas paredes da taça, Quando é agitada e colocada em repouso, o vinho escorrerá da parede da taça, lentamente, em filetes, denominados lágrimas, pernas ou arcos. A formação das lágrimas é devida à tensão superficial e evaporação de álcoois do vinho, especialmente o glicerol (também chamado glicerina). Um vinho com pouca densidade é um vinho "aguado", escorre rapidamente nas paredes da taça, o que indica que esse vinho terá pouco corpo, e não terá na boca aquela sensação aveludada.

 

 5. GÁS:

 

 A maioria dos vinhos no mundo são vinhos "tranqüilos", isto é, sem gás. Somente os vinhos espumantes (Champagnes, Asti, etc.), e os frisantes (Frascati, Lambrusco, Vinhos Verdes portugueses, etc.) devem apresentar gás carbônico, observável na taça.

 

6. COR:

 

A cor de um vinho deve ser examinada cuidadosamente, pois fornece informações importantes sobre o vinho. Depois da observação geral da cor, inclina-se a taça, e examina-se a superfície do vinho que tem forma elíptica.

 

Poderão ser identificadas duas regiões: a região central ou olho onde a cor é mais concentrada, e a borda periférica ou anel que tem cor menos concentrada, pois o volume de vinho é menor nessa região e a cor fica esmaecida. Com o envelhecimento, os vinhos tintos vão tomando tonalidade alaranjada e chegam até à cor de tijolo.

Embora o olho possa ainda estar vermelho intenso, a mudança começa a ser percebida no anel. Já nos brancos o envelhecimento provoca mudança de cor amarelo palha para dourado.

 

RESUMO DAS PRINCIPAIS VARIAÇÕES DE COR TINTOS JOVENS: De violeta pálido a rubi intenso

 

TINTOS MADUROS: De rubi pálido com reflexos alaranjados a marrom tijolo (âmbar)

 

BRANCOS JOVENS: De amarelo palha com reflexos esverdeados ou com reflexos dourados

 

BRANCOS MADUROS: De levemente dourado a intensamente dourado

 

ROSÉS JOVENS: De rosa claro à rosa escuro ROSÉS MADUROS: De rosa escuro com reflexos dourados até ambar

 

Fonte: academia do vinho

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
11 septembre 2010 6 11 /09 /septembre /2010 00:30

                             

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
7 septembre 2010 2 07 /09 /septembre /2010 19:03

GRD Gavi01clube v 

 

HPNX0003 

 

Um a boa salada caprese ,bem temeprada com um vinho bem gelado gavi de gavi para disfrutar.

 

 Gavi DOCG "La Bollina" Harmonização: O Gavi tem predileção por peixes e crustáceos, mas é ótimo também com   

 entradas, pratos principais delicados e carnes brancas assadas. Ano de produção: Safrado.

 No rótulo é indicado o ano da vindima.

 Características organolépticas: Cor Transparência franca, amarelo palha com tênue reflexo verdeal.

 Perfume Característico de videira, com toque de fruta fresca (damasco, pêssego) e floral.

 Leve perfume de feno fresco, vegetal e herbáceo.

 Sabor Seco, fresco e bem estruturado, suportado por prazerosa acidez.

 Elegante e harmônico.

 Vinhedos: Seleção de uvas Cortese, provenientes dos 25 hectares de vinhedo da Empresa Agrícola "La Bollina".

 Área de  produção: Região de Serravalle (AL), zona de Gavi, área delimitata DOCG (denominação de origem controlada e

 garantida).

 Formatos: • Garrafa Borgonhesa de 750 ml. Dados analíticos: Alcóol 12,0% vol. Açúcar inf. 0,1 g/l Acidez total

 6,0 g/l Extrato seco líquido 19 g/l PH 3,1

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
3 septembre 2010 5 03 /09 /septembre /2010 02:30
Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
3 septembre 2010 5 03 /09 /septembre /2010 02:20

 

1918750 0Camembert

 Queijo camebert

 

 

 

Corvina Veronese Elaborado com uvas , Rondinella e Molinara .

Amarone Della Valpolicella DOC Tinto O Vinho 1968 o tipo Faz e Conta com uma Tinto Produtores de Vinhos n Bertani A elaboração confecção , e armazenamento das Garrafas .

NA Elaborada Safra 1968 Este vinho da Região partiu Veneto, Italia. T

 

Convina com queijo tipo camembert   misturando aforça do queijo e o beludo do vinho"

 

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
29 août 2010 7 29 /08 /août /2010 17:47
Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
28 août 2010 6 28 /08 /août /2010 19:38

 

 

 

 

 

 

 

246166 4Carpacio de lagosta Defumada 004

 

Descrição: A tradição no mundo dos vinhos de Louis Latour começa em 1731, quando a família Latour adquiriu um vinhedo (Domaine) em Côte de Beaune, coração da área de produção de vinhos de Borgonha. A atividade no negócio de vinhos começou em 1797, sendo fundada a Maison Louis Latour.

 A partir daí a família Latour construiu seu vasto território de 50 hectares de vinhedos de qualidade internacional durante o século XIX.

 Os vinhedos de propriedade de Latour têm plantações com apenas duas variedades de uvas: Pinot Noir (para vinhos tintos) e Chardonnay (para os brancos).

As vinhas estão em uma das melhores localidades de Côte d´Or e sustentam as mais importantes denominações: Chambertin, Corton, Pommard...

Origem: França

Região :Borgonha

Classificação do Vinho: Appellation Chablis Contrôlée

Tipo de Vinho Branco Castas / Composição Chardonnay

Elaboração :Este é um vinho produzido numa comuna ao norte da Borgonha, a qual cobre uma área de 3.000 hectares (7.200 acres), a meio caminho entre Dijon e Paris.

Sua fermentação é realizada em tanques de aço inoxidável 100%, passando por fermentação malolática. Características Organolépticas: O vinho é perfumado, vigoroso, límpido e de sabor seco, forte, com final persistente.

 

Enogastronomia Para melhor apreciar este vinho, recomenda-se que ele seja decantado por vários minutos antes de ser apreciado.

Embora sem considerar regras, este vinho branco acompanha particularmente bem carnes brancas, sopas, crustáceos e saladas. Com o crpacio de lagosta defumado e idela por os cobntrstes enrtre o defumado e auva do chablis.

Conservação Conservar em lugar fresco (15°C a 16°C) na posição horizontal. Evitar exposição ao sol e variações bruscas de temperatura.

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article

Présentation

  • : Le blog de clubeamigosdovinho.over-blog.com
  • Le blog de clubeamigosdovinho.over-blog.com
  • : Informações Sobre o Mundo do Vinho e como Atividades clube nenhum do Brasil
  • Contact

Recherche

Liens