Overblog Suivre ce blog
Administration Créer mon blog
8 mars 2015 7 08 /03 /mars /2015 20:22

Ficha tecnica

COlheita

2013

VARIEDADe

100 % Merlot

APELAção

Luján de Cuyo, Mendoza, Argentina

VIÑhEDOS

FERMENTACão

DATOS TÉCNICOS

MIL ROSAS

MERLOT 2013

MILROSAS_MERLOT_2013.jpg
MARIDAJE
Rendimento 11 tns/ha
Fermentacão (levaduras selecionadas) 7 días a 25°C
Fermentacão Maloláctica 100% natural

degustação

Color vermelho pálido. Aromas a frutas vermelhas, cerejas y frambuesa. fresco com bom final.

Alcohol 13,1 %
Acidez total 5,74
PH 3,40
Azúcares redutores 2,25
Madurez em colheita 22,30º
Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
4 février 2015 3 04 /02 /février /2015 21:14
Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
23 décembre 2014 2 23 /12 /décembre /2014 21:49

cartao-de-natal.jpg                                                      Prezados amigos do club: Feliz natal e prospero 2015
                                                      Estimados amigos del club:Feliz navidad y prospero 2015
                                                      Dear friends of the club: Merry Christmas and Happy 2015
                                                      Chers amis du  club: Joyeux Noël et Bonne 2015

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
25 novembre 2014 2 25 /11 /novembre /2014 16:47
Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
7 novembre 2014 5 07 /11 /novembre /2014 20:22

 

rutini-malbec-500x334

 


Produtor: Rutini Wines

Região: Mendoza, Argentina

Corte: 100% Malbec

 Temperatura de serviço: 17°

Teor alcoólico: 13%

Harmonização: Carnes Vermelhas, Aves, Massas, Queijos.

Tipo Tinto
País Argentina
Região Mendoza
Produtor Rutini
Uva(s) Malbec
Tamanho 750 ml
Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
3 octobre 2014 5 03 /10 /octobre /2014 20:01

 

500x500.jpeg

 

Em seu guia de vinhos russos, o sommelier Artur Sarkissián apresenta as melhores marcas e inclui produtos de 14 vinícolas do Vale do rio Don e das cinco regiões por onde passa o rio Kuban.

Apesar da variedade de vinhos relativamente pequena, muitos deles possuem as características únicas devido às espécies autóctones de uva utilizadas na sua produção.

O guia oferece ótimas opções para qualquer ocasião, inclusive para jantares sofisticados. A garrafa Superavi, da marca Fanagória, é uma escolha ideal para os pratos de carne, enquanto Risling da Abrau-Dursso e Grande Reserva de Tsimliánsk podem acompanhar peixe e carne de caça, respectivamente.

O Renaissance, fabricado pela vinícola Raevskoe, destaca o sabor do queijo, o Fagotin da Chateau Le Grand Vostock é um acompanhante ideal para as sobremesas e o vinho Liturguia Reserve da Lefkadia é item indispensável nos jantares com ostras.

A maioria dos produtos mencionados acima é marcada como vinhos de indicação geográfica, uma característica relativa que corresponderá à categoria europeia Indication geographique protege após a aprovação da lei referente à classificação dos vinhos russos.

A categoria de vinhos nacionais com o local de origem protegido (que corresponde à Appelation d'origine protegee) ainda encontra-se em processo de criação.

Além da apresentação da lista de produtos recomendados, o guia contém as informações referentes às pequenas vinícolas localizadas na região sul da Rússia que fabricam até 0,05% do volume total dos vinhos nacionais, mas são prezados pelos seus fieis consumidores pelas experiências ousadas com a bebida.

A visita a essa região russa pode ser uma viagem inesquecível se incluir degustações de vinhos locais acompanhadas por histórias de formação dos seus fabricantes.

Por exemplo, a vinícola de Fanagória encontra-se nas ruínas da cidade antiga com o mesmo nome localizada nas proximidades a uma missão geológica.

Os vinhos do município de Tsimliánsk foram mencionados nas obras do poeta clássico russo Aleksandr Púchkin, enquanto os espumantes da Abrau-Dursso foram os preferidos do último imperador russo Nikolai II.

Mercado isolado De acordo com a União de Vinicultores e Vinhateiros da Rússia, a cada sete garrafas nacionais colocadas à venda pelas redes varejistas russas, existem somente três importadas.

Além disso, 30% do volume total de vinho vendido são feitos de uva plantada na Rússia. “Em cerca de três a cinco anos esperamos um rápido crescimento da indústria vinícola russa que coincidirá com a primeira safra dos vinhedos plantados no período entre dois a três anos atrás”, diz Sarkissián.

Mas enquanto o mercado interno não atingir o seu limite, o volume de exportações dos vinhos russos continuará sendo mínimo.

Hoje em dia, apenas as vinícolas relativamente grandes fornecem os seus produtos aos clientes estrangeiros, porém em pequenas quantidades e, na maioria das vezes, as vendas para o exterior fazem parte das suas estratégias de marketing.

A Abrau-Dursso, por exemplo, exporta cerca de 150 mil garrafas de vinho espumante anualmente, o que corresponde a menos de 1% de todas as suas vendas nacionais. “Gostaríamos que o vinho russo conquistasse fama mundial.

O grande potencial dos produtos nacionais permite que concorram com os vinhos europeus e americanos”, garante Pável Titov, presidente do comitê corporativo da Abrau-Dursso.

Fonte : Gazeta Russa

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
11 septembre 2014 4 11 /09 /septembre /2014 20:55

10600467_10203459048449768_1079040895291493544_n.jpg

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
26 août 2014 2 26 /08 /août /2014 01:20

 

 

9f6fd6465065459ca47f36a36b04c3b8.jpg

Tradicional Prova Anual de Vinhos Portugueses acontece em Agosto.

Dia 26/08/2014

Lugar:Rosa Rosarum – Pinheiros – São Paulo – Rua Francisco Leitão, 416 – Pinheiros – São Paulo – SP

Horario :Das 18h00 às 20h00 está aberta ao público!

Mais Informações: http://www.winesofportugal.com/br/

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
21 août 2014 4 21 /08 /août /2014 21:11

 

 

vinho-copie-1

 

Os vinhos portugueses são o resultado de uma sucessão de tradições introduzidas em Portugal pelas diversas civilizações que aí se sucederam, como os fenícios, cartagineses, gregos e, acima de tudo os romanos.

A exportação dos vinhos portugueses iniciou-se para Roma durante o Império Romano.

A exportaçoes modernas desenvolveram-se com o comércio para o Reino Unido, após a assinatura do Tratado de Methuen, também referido como Tratado dos Panos e Vinhos, assinado entre a Grã-Bretanha e Portugal, em 1703. Portugal tem o mais antigo sistema de apelação do mundo, a região demarcada do Douro.

Esta região, entre outras, como a dos vinhos Verdes, produzem alguns dos vinhos mais requintados, exclusivos e valorizados do mundo. Portugal possui duas regiões produtoras de vinho protegidas pela UNESCO como património mundial: a Região Vinhateira do Alto Douro, onde se produz o conhecido generoso Vinho do Porto, e a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico.

A vastíssima quantidade de castas nativas (cerca de 2851 ) permite produzir uma grande diversidade de vinhos com personalidades muito distintas.

O guia The Oxford Companion to Wine descreve o país como um verdadeiro "tesouro de castas locais". A qualidade e carácter único dos seus vinhos fazem de Portugal uma referência entre os principais países produtores, com um lugar destacado e em crescimento, entre os 10 principais produtores, com 4% do mercado mundial (2003). Considerado um produtor tradicional do Velho Mundo, 8% do continente é dedicado à cultura da vinha.

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article
17 août 2014 7 17 /08 /août /2014 01:15

A lista dos 10 Champagnes mais vendidos no mundo!

Você gosta de Champagne? Pessoalmente adoro, mas infelizmente acabo tomando menos de quanto eu gostaria por causa dos preços proibitivos aqui no Brasil.

Mas vamos ver com quais garrafas brindam os nossos amigos enófilos mundo afora. A revista The Drink Business publicou a lista das 10 marcas de Champagne mais populares do mundo na base das vendas em 2013.

A seguir uma breve análise: *as percentagem referem-se aos volumes de vendas em comparação com 2012.

10. Canard-Duchêne: 4.000.038 garrafas, +8,2% Semi-desconhecida por aqui, pertence ao grupo Thienot (dono de outras casas de champagne, como a mais célebres Joseph Perrier e Marie Stuart além de várias vinícolas em Bordeaux e do Clos de los Siete) teve um aumento das vendas desde que investiu em uma imagem mais natural (incluindo um Champagne completamente orgânico). Linha de produtos: Authentic Brut, Authentic Demi-Sec, Authentic Rosé, Authentic Vintage, Cuvée Léonie Green, Cuvée Léonie, Cuvée Léonie Rosé, Charles VII Brut, Charles VII Rosé, Charles VII Blanc de Blancs, Charles VII Blanc de Noirs, La Grande Cuvée

9. Lanson: 4.320.000 garrafas +6.8% Tomei uma garrafa justo poucos dias atrás. A acidez, marca da casa, é gritante, pois o estilo é baseado na recusa obstinada da fermentação maloláctica e, pelo visto, tem legiões de fãs. Um dos patrocinadores históricos do prestigiado torneio de tênis de Wimbledon, começou também umas experiências de champagnes maturados em carvalho. Linha de produtos: Lanson Black Label Brut NV, Lanson Rose Label Brut Rosé NV, Lanson Gold Label Brut Vintage, Lanson Ivory Label Demi-Sec, Lanson Extra Age Brut NV, Lanson Extra Age Rosé Brut NV, Noble Cuvée Blanc de Blancs, Noble Cuvée Brut, Nobel Cuvée Rosé Brut

8 . Pommery: 4.380.000 garrafas, -10% Grandissima maison, uma das mais famosas, apesar de uma diminuição das vendas em volume, permanece no ranking graças ao aumento em valor. Lança neste ano seu cru de safra 2003, o Les Clos Pompadour, situado dentro do perímetro da cidade de Reims, sendo apenas seu segundo lançamento (o primeiro foi de safra 2002, lançado em 2011). Linha de produtos : Brut NV, Brut Rosé, Brut Apanage, Apanage Rosé, POP, Grand Cru Vintage, Dry Elixir, Springtime Rosé, Summertime Blanc de Blancs, Falltime Extra Dry, Wintertime Blanc de Noirs, Cuvée Louise, Cuvée Louise Rosé, Le Clos de Pompadour

7. Piper Heidsieck: 4.560.000 garrafas +2.9% Pra mim o melhor custo-benefício entre as grandes maisons. E também aquela que realizou a maior renovação, embora não veremos os resultados antes de alguns anos: novos produtos e qualidade superior. Muito de moda na badaladérrima Cote d’Azul, afinal patrocina o Festival de Cinema de Cannes. Linha de produtos : Cuvée Brut, Rosé Sauvage, Vintage, Rare, Cuvée Sublime

6. Taittinger: 5.664.000 garrafas +1,3% Champagne oficial da última Copa do Mundo de futebol no Brasil (embora a Alemanha preferiu comemorar com cerveja), foi a primeira vez que a casa investiu numa tamanha operação: a parceria com a FIFA pretende levar a marca a maior penetração na América do Sul. As linhas de entrada e intermediárias não me entusiasmam, mas parece que seu top Comtes de Champagne (atualmente no mercado a safra 2002) seja espetacular. Linha de produtos: Brut NV, Rosé NV, Folies de la Marquetterie, Prélude, Nocturne Sec, Vintage, Comtes de Champagne Blanc de Blancs, Comtes de Champagne Rosé, Taittinger Collection Amadou Sow

5. Laurent Perrier: 7.008.000 garrafas +0,1% O marketing da casa aposta na elegância e em imagens bucólicas, tendo a Inglaterra como alvo principal: campanhas focadas no chá da tarde em Dorchester, patrocina também o Flower Show de Chelsea há16 anos e é a atual fornecedora oficial do Paço do Duque e da Duquesa de Devonshire. Linha de produtos: Brut NV, Rosé NV, Ultra-Brut, Demi-Sec, Brut Millésimé, Grand Siècle, Les Réserves Grand Siècle, Alexandra Rosé

4. Mumm: 7.488.000 garrafas -6% O champagne dos pilotos, famoso para proporcionar o lado masculino das borbulhas. Patrocinadora da Formula 1, a garrafa que é estourada nos pódios está sendo re-desenhada com um tema que remeta diretamente ás corridas de carros. A maison, pertencente a Pernod Ricard, continua melhorando todo o trabalho nos vinhedos e na adega. Linha de produtos: Brut Cordon Rouge, Brut Rosé, Demi-Sec, Brut Millésimé, Blanc de Blancs, Blanc de Noirs, Brut Séléction, Cuvée R. Lalou.

3. Nicolas Feuillatte: 9.876.000 garrafas, +8,2% Os mais simples de toda a lista. São Champagnes criados e direcionados para a grande distribuição (supermercados) e faixa baixa de preço. Pessoalmente prefiro um bom Cava ou um Franciacorta a este. Mesmo assim, registrou uma notável alta nas vendas (sinal da crise européia ou de gostos que mudam? Ou ambos?). Linha de produtos : Brut NV, Brut Réserve, Brut Grande Réserve, Demi Sec, Rosé NV, Brut Vintage, Brut Extrem’, Cuvée Spéciale Vintage, Brut Chardonnay Vintage, One Four Brut, One Four Rosé, Cuvée 225 Brut Vintage, Cuvée 225 Rosé Vintage, Grand Cru Chadonnay Vintage, Grand Cru Pinot Noir Vintage, Palmes d’Or Brut Vintage, Palmes d’Or Rosé Vintage

2. Veuve Clicquot: 17.400.000 garrafas -1,6% A marca mais de moda. Mestre em grandes campanhas de marketing e acessórios anexos. A qualidade é boa, mas pra mim não vale o que custa (quem compra está pagando os custos da propaganda), mas aparentemente os brasileiros não querem saber de outra marca. Recentemente está investindo em cuvées de guarda e em experiências submarinas: depois da descoberta de umas garrafas centenárias no fundo do mar (veja aqui), neste ano a casa mergulhou uma série de garrafas que serão recuperadas somente após 50 anos, para uma experiência de envelhecimento. Linha de produtos: Brut Yellow Label, Rosé, Demi-Sec, Vintage, Rosé Vintage, La Grande Dame

1. Moet et Chandon: 28.980.000 garrafas +3,2% A rainha indiscutível quase chega á incrível marca de 30 milhões de garrafas. O marketing por um lado também aposta em produtos de tendência como o champagne para beber com gelo (aqui) e pipoca trufada marcada Moet, mas por outro lado leva em grande consideração a importância da grande gastronomia, como mostra a recente colaboração com o tri-estrelado chefe Yannick Alléno. Também não não brincam com os garotos propaganda, tendo parceiros como Roger Federer e Scarlett Johansson. Linha de produtos: Moët & Chandon, Imperial NV, Rosé NV, Grand Vintage Blanc, Grand Vintage Rosé

Repost 0
Published by clubeamigosdovinho.over-blog.com
commenter cet article

Présentation

  • : Le blog de clubeamigosdovinho.over-blog.com
  • Le blog de clubeamigosdovinho.over-blog.com
  • : Informações Sobre o Mundo do Vinho e como Atividades clube nenhum do Brasil
  • Contact

Recherche

Liens